Google inaugura centro de computação em nuvem em São Paulo

O Google anunciou nesta terça-feira, 19, a inauguração de mais uma região para o Google Cloud Platform (GCP), o seu serviço de computação em nuvem, que deve atender melhor os clientes da América Latina.

O novo datacenter ficará localizado em São Paulo, e permitirá uma redução drástica de latência para usuários do Brasil, Argentina e Chile, graças à distância reduzida. O Google estima que o tempo de latência pode cair entre 80% e 95% na comparação com qualquer região dos Estados Unidos.

A instalação do Google Cloud Platform em São Paulo traz algumas vantagens. A primeira delas é a possibilidade de armazenar seus dados dentro do Brasil. Além disso, também passa a ser possível pagar pelo serviço em reais, sem tantos riscos com a oscilação do dólar e IOF.

A empresa informa que a região, identificada como southamerica-east1, terá três zonas com os serviços corporativos destacados no gráfico abaixo. O Google também promete que é possível combinar as soluções de São Paulo com outros serviços da plataforma pelo mundo, entre os quais estão a Prevenção de perda de dados, Cloud Spanner e BigQuery.

Reprodução

 

Com a chegada a São Paulo, o GCP já está presente em 12 regiões, compostas por 36 zonas, com 100 pontos de presença e uma rede com 100 mil quilômetros de cabos de fibra óptica.





RECOMENDADO PARA VOCÊ